24/07/2008

Real



Sobrevoa minha imaginação
O vender da vida
Disseram-me que era preciso
Vender até o coração.
Andar de tênis limpos
Cabelos ajeitados
Sem jeans desbotados.
Para chamar a atenção.
Vender-me para minha mãe
Pai, irmão
Namorado, visinho
Estranho, Patrão.

3 comentários:

Jéssica Miranda disse...

E é justamente com essa mania de compra-se tudo,
é tem gente vendendo até a alma!
E é por isso q os cabeças fracas e ambiciosos perdem-se na vida
e perda a essência dela!
Lindo texto

Ela disse...

Não venda!
Reaprenda
Doar-se é tanto melhor.

abraço

Di disse...

Vende-se e compra-se uma imagem, né? Mundo estranho.